Conclusão



     Ficou claro que a necessidade de desprendimento da família e aceitação em um grupo é fundamental na vida do adolescente, pois isso implica na sua preparação para a vida adulta e estabelecimento da sua personalidade. Nessa fase a busca da identidade ajuda o individuo a se firmar por responder questões do tipo Quem sou eu? Do que eu gosto? O entendimento da família de que as crises dentro de casa são importantes é fundamental para que as mesmas aprendam a lidar e a entender o adolescente. Mas por outro lado podemos também considerar que a família de alguma forma saiba que sua criança está criando asas e por isso crie barreiras, gerando conflitos para que esse desprendimento seja retardado ou anulado. Os conflitos parentais podem então ser considerados um agravante e estimulador para as crises e desprendimento da família.
     Esperamos que com essa pesquisa possamos esclarecer os mitos sociais levantados sobre o adolescente e toda essa fase cheia de características próprias, que ajudam na construção de uma identidade, fortalecida pelos laços familiares e sociais que cercam os adolescentes e que constituem dimensões essenciais do sujeito nesse processo. Apesar de os conflitos e as transformações serem muitas vezes radicais para a sociedade e para a família, serve para avaliar o processo de desenvolvimento humano, o qual possibilita aos sujeitos constantes mudanças e consequentemente evolução e amadurecimento, fatores que auxiliam na passagem de uma fase a outra. Buscar a compreensão, e a melhor forma de conduzir a situação é a maneira mais indicada para tornar a fase da adolescência um período menos rebelde e com menos conflitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário